Contatos em (51) 3061.9626

Que exame de proficiência fazer? TOEFL? IELTS? Cambridge? Duolingo?

Por Thiane Ceconi | há 2 semanas - 19.05.2020

Conheça quais são os exames de proficiência mais comuns no país que você deseja estudar/trabalhar nesse post!

Se você pensa em estudar ou trabalhar no exterior ou até imigrar, já deve estar sabendo. A maneira mais frequente de comprovar um determinado nível de inglês é a partir da realização de um exame de proficiência. Conheça nesse post a diferença entre cada exame, quais são mais aceitos em cada país e qual é a organização que desenvolve o exame.

TOEFL

Quem desenvolve o teste: ETS

País principal de utilização do exame: Estados Unidos

Custo: aproximadamente 215 dólares americanos

Principais testes::

  • TOEFL ITP 

Avalia três habilidades linguísticas: Compreensão Auditiva, Expressão Escrita e Estrutura, Compreensão Escrita. Os temas da prova geralmente são aulas e palestras em universidades e colleges americanos (contexto acadêmico) e NÃO HÁ produção de fala e escrita, apenas questões de múltipla escolha. Desse modo, o exame é aceito em processos como seleções de mestrado e doutorado aqui do Brasil ou no antigo programa ciências sem fronteiras. Escolas de inglês como CCAA e Cultura inglesa são centros aplicadores no Brasil. Tem validade de 2 anos e avalia do nível A1 ao C1, e a nota máxima é 677. 

  • TOEFL IBT

Avalia todas as habilidades linguísticas: Leitura, Compreensão Auditiva, Produção Oral e Produção de Escrita. Os temas da prova geralmente são aulas e palestras em universidades e colleges americanos (contexto acadêmico) e a sua produção oral pode ser avaliada por uma pessoa (Paper based-test) ou gravada em um computador e avaliada posteriormente (Internet based-test / TOEFL at Home). O exame é aceito na maioria das universidades e colleges, tanto para programas técnicos e profissionalizantes, quanto para graduação e pós-graduação. O exame tem validade de dois anos e a nota máxima é 120.

IELTS

Quem desenvolve o teste: Cambridge English Language Assessment e British Council.

País principal de utilização do exame: Inglaterra, Canadá e Austrália

Custo: de R$900 a R$1050

Principais testes:

  • IELTS Acadêmico

O IELTS Acadêmico é utilizado para admissão em programas universitários. Deste modo, os assuntos são aulas e palestras universitárias gravadas por falantes de diferentes países anglófonos (Austrália, Nova Zelândia, Inglaterra). Avalia as quatro habilidades linguísticas e a sua produção oral pode ser avaliada por uma pessoa (Paper based-test) ou gravada em um computador e avaliada posteriormente (Internet based-test). A pontuação máxima é 9.0 e o exame tem validade de dois anos.

  • IELTS General Training

O IELTS Acadêmico é utilizado para programas de imigração em países como Canadá e Inglaterra. Deste modo, os assuntos são situações do dia-a-dia gravadas por falantes de diferentes países anglófonos (Austrália, Nova Zelândia, Inglaterra). Avalia as quatro habilidades linguísticas e a sua produção oral pode ser avaliada por uma pessoa (Paper based-test) ou gravada em um computador e avaliada posteriormente (Internet based-test). A pontuação máxima é 9.0 e o exame tem validade de dois anos.

Exames Cambridge 

Quem desenvolve o teste: Cambridge English Language Assessment.

País principal de utilização do exame: Inglaterra, Austrália e Nova Zelândia

Custo: de acordo com o centro de aplicação, entre R$960 a R$1100

Principais testes:

  • C1 Advanced

O C1 Advanced comprova um comando de inglês avançado e é utilizado tanto para admissão em programas universitários quanto para fins de imigração e vistos (principalmente na Austrália). Os assuntos do teste são aulas e palestras universitárias e também situações cotidianas. Avalia as quatro habilidades linguísticas e a produção oral é avaliada por uma pessoa. A pontuação máxima é 210 e o exame não tem validade determinada, mas as instituições geralmente solicitam que tenha sido feito nos últimos dois anos. A sua nota final será A, B ou C, sendo A 200-210, B 193-199 e C180-192. Se a sua nota for menor do que 192, você irá receber uma nota correspondente ao comando B2 da língua (intermediário).

  • C2 Proficiency

O C2 Proficiency comprova um comendo de inglês FLUENTE e é utilizado tanto para admissão em programas universitários quanto para fins de imigração e vistos (principalmente na Austrália). Os assuntos do teste são aulas e palestras universitárias e também situações cotidianas. Avalia as quatro habilidades linguísticas e a produção oral é avaliada por uma pessoa. A pontuação máxima é 230 e o exame não tem validade determinada, mas as instituições geralmente solicitam que tenha sido feito nos últimos dois anos. A sua nota final será A, B ou C, sendo A 220-230, B 213-219 e C 200-212. Se a sua nota for menor do que 199, você irá receber uma nota correspondente ao comando C1 da língua (avançado).

 

Duolingo  

Quem desenvolve o teste: Duolingo

País principal de utilização do exame: Estados Unidos, Canadá e Austrália

Custo: 49 dólares americanos

O teste Duolingo é a novidade do ano. É realizado em casa, você só precisa de um computador e de conexão à internet e o resultado é disponibilizado em dois dias. O custo é bastante acessível e o teste avalia as quatro habilidades linguísticas. A nota máxima é 160 e o número de instituições que aceitam esse exame ainda é bastante limitado, mas o Duolingo está avançando nas parcerias rapidamente. O teste é bastante diferente dos demais, exige que você reconheça palavras (escritas ou em áudio), complete palavras em frases, escreva pequenos textos e leia frases, além de contar pequenas histórias. É possível fazer um simulado de 15 minutos (o exame completo tem duração de 60 minutos).

E aí, ficou com alguma dúvida? Pode chamar a gente!